24/01/2020 às 10:44:28

Náutico fica no empate com o River-PI

Goleiro do Galo cata pênalti de Salatiel no último lance da partida em jogo movimentado nos Aflitos

Aldo Carneiro


As estreias de Náutico e River-PI na Copa do Nordeste 2020, nesta quinta-feira, nos Aflitos, têm lembranças diferentes para o goleiro Mondragon, do Galo, e Salatiel, do Timbu. Aos 48 minutos do segundo tempo, no último lance da partida, o atacante alvirrubro teve a chance de marcar o gol da virada. De pênalti, Salatiel parou – duas vezes – no camisa 1 do Tricolor, herói da partida no Nordestão e responsável pelo empate em 1 a 1 no Recife. Eduardo, aos três minutos, fez o primeiro para o River-PI. Matheus Carvalho empatou. O duelo marcou também a estreia de Kieza... E a torcida do Timbu pediu para o camisa 9 bater o pênalti. A história desse confronto seria diferente?

Primeiros 45 minutos com os dois times se alternando nas ações ofensivas. Foram sete finalizações do Náutico, quatro do River-PI. Com apenas três minutos, o Galo abriu o placar com Eduardo, após o time fazer pressão na saída de bola do Timbu. O camisa 9 recebeu na área e precisou finalizar por duas vezes para vencer o goleiro Jefferson. O gol cedo deixou a equipe de Dal Pozzo pressionada e chegou a ouvir até algumas vaias nos Aflitos. Salatiel conduziu o Timbu ao empate. Aos 31, meteu uma bola em profundidade a Álvaro, que parou em belíssima defesa de Mondragon. Na bola parada, veio o empate: Matheus Carvalho, quase dentro do gol, completou para as redes depois de tentativas frustradas de finalização de Salatiel e Álvaro.

Kieza no 2º tempo
Assim como no primeiro tempo, o começo do Galo do Piauí foi ligeiramente melhor que o Timbu, apresentando certa dificuldade para armar uma jogada clara de ataque. Movimentações de Érico Júnior, Luccas Brasil e Valdo Bacabal – trio de ataque riverino chamou a atenção, embora a intensidade não tenha sido tão frenética quanto à etapa inicial. Aos 19, Dal Pozzo fez o que a torcida pediu nas arquibancadas: Kieza entrou para aplausos nos Aflitos. Com ele, o Timbu cresceu e passou a dominar o adversário piauiense. Lombardi, duas vezes de cabeça, teve chances da virada – uma delas, parou novamente em Mondragon. O Galo teve a chance de fazer 2 a 1: Carlos Henrique costurou e rolou para o livre Valdo Bacabal na direita, que acertou o travessão. Aos 48, veio pênalti. E aí você já sabe a história: frustração do Náutico. Felicidade para o River-PI.

Na segunda rodada da Copa do Nordeste, o Náutico enfrenta o Freipaulistano, no Batistão, em Aracaju, Sergipe. O duelo será no sábado, 1° de fevereiro, às 20h. o River-PI joga no mesmo dia, porém, mais cedo: às 16h, no estádio Felipão, em Teresina, contra o CSA. Antes do Nordestão, Timbu e Galo têm compromissos nos estaduais: no domingo, dia 16, o River-PI joga pela segunda rodada do Piauiense contra o Piauí. O Náutico pega o Petrolina.

Globo Esporte