20/01/2020 às 13:34:24

Com dois gols contra, Náutico e Sport empatam.



Léo Lemos


Os dois times entraram em campo ainda em ritmo de pré-temporada, sentindo muito principalmente a parte física. Com os jogadores "amarrados", o nível do jogo foi muito baixo. As principais chances de gol saíram através de cruzamentos ou bolas paradas, mas nada que assustasse muito. Já no fim do jogo, o Sport contou com um pouco de sorte para abrir o placar. E, de novo, a bola parada foi a responsável. Pardal cobrou escanteio e a bola desviou em Salatiel, que marcou contra.

O Sport começou o segundo tempo melhor e teve uma boa chance logo no início. Mas Juninho preferiu rolar para Elton, que chutou e a bola bateu na zaga. Só que um lance foi essencial para tudo mudar: a expulsão de Sander, que fez falta em cima de Salatiel e tomou o segundo cartão amarelo. A partir daí o Náutico começou a sair mais para o jogo e chegou ao gol. Que também foi contra, de Chico. Com o empate alcançado e com um a mais, o Timbu começou a pressionar. Só que foi o Sport que quase amplia: Adryelson chegou a marcar de cabeça, mas estava impedido. Jean Carlos ainda cobrou uma falta que parou no travessão e deu um chute perigoso de fora da área. Mas nada que alterasse o marcador.

Referência do ataque do Náutico, Salatiel marcou o gol do jogo, só que contra. Em um lance de infelicidade, a bola desviou no pé direito do atacante antes de entrar mansa no lado esquerdo de Jefferson.

Depois de Salatiel, foi a vez de Chico marcar. E contra também. O zagueiro do Sport foi outro que não foi feliz no lance e desviou para dentro do próprio gol para o Timbu empatar o jogo.

O Náutico teve um jogador a mais em boa parte do segundo tempo. Isto porque, depois de uma falta em Salatiel, Sander, capitão do Sport, foi expulso logo aos oito minutos da etapa final.

Globo Esporte