30/03/2019 às 20:00:55

Márcio Goiano valoriza classificação.



Divulgação


O Náutico conseguiu classificação para a segunda fase da Copa do Nordeste pela primeira vez desde 2003. O avanço às quartas de final foi confirmado no jogo deste sábado, contra o Vitória-BA, no Barradão. Segundo o técnico Márcio Goiano, dois pontos ajudam a explicar o empate por 1 a 1 na casa do adversário e a permanência no torneio, inédita no novo formato do regional: poder de reação e maturidade.

A gente sabia da dificuldade. Já joguei várias vezes aqui. O Vitória não tem conseguido êxitos, mas, se você for avaliar o elenco, vai ver que eles vão mudar essa situação. Só uma vitória nos daria a classificação sem depender de ninguém, mas eles saíram na nossa frente. Conseguimos equilibrar o jogo, colocar a bola no chão. Sabíamos que poderíamos colocar uma pressão maior no lado esquerdo deles. Fizemos isso e conseguimos empatar com Odilávio - disse o treinador.

Márcio também elogiou a recuperação que o Náutico teve na própria Copa do Nordeste, que não começou como o Timbu queria.

- A gente iniciou o primeiro jogo, perdendo para o Fortaleza, mas em momento algum o grupo deixou de trabalhar, de lutar. Vamos para as próximas decisões que temos pela frente.

Nas quartas de final, o Náutico, quarto colocado do grupo B, enfrenta o líder do grupo A, o Ceará, em jogo único na casa do adversário. Antes, joga na semifinal do Pernambucano. Pega o Afogados, agora em situação oposta: como mandante, joga em casa.



GloboEsporte.com — Recife