13/09/2018 às 23:42:52

Márcio Goiano visita país sul-americano.

Treinador está se dedicando a encontrar peças para o Timbu

Divulgação


O ano de 2019 já começou para o técnico Márcio Goiano. De contrato renovado com o Náutico e sem jogos oficiais a fazer nesta temporada, ele tem se dedicado a outra função: busca de reforços. Para isso, coloca o pé na estrada. Neste mês, por exemplo, fará uma viagem ao exterior para observar jogadores que possam ser contratados para o Timbu e ajudar o time no próximo ano. Foi o que revelou em entrevista exclusiva à TV Globo.

Ele explicou como se dará essa busca e deu pistas do destino, mas não revelou exatamente para qual país irá.

"Estamos buscando. Vamos fazer uma viagem agora em setembro, na qual ficaremos dez dias observando jogadores, depois faremos outras viagens. A gente tem uma programação agora para final do mês. Observaremos jogadores de um país sul-americano em uma divisão de acesso e uma divisão de elite.

Segundo Márcio, no entanto, o mercado exterior não é o único foco alvirrubro. O radar aponta em várias direções.

- A Copa Paulista também estamos observando. Temos pessoas também analisando séries de acesso em Pernambuco. É antena ligada o tempo todo.

Ainda em relação à montagem do elenco para 2019, o técnico comemorou as várias renovações de titulares e o empréstimo de muitos deles para as Séries A e B, nas quais se manterão em atividade até o fim do ano. Ele também prometeu dar espaço para mais atletas da base ainda no próximo ano.

"Tivemos bastante jogadores jogando. Robinho, Luiz Henrique... Temos observações com outros atletas das divisões de base. Tem o Campeonato Pernambucano da Série A2 com jogadores até 23 anos. Estamos observando esses atletas e temos contato permanente com a comissão técnica da base. Acredito muito no jovem, no prata da casa. Têm disposição e vontade."

Isso não quer dizer, no entanto, que Márcio Goiano não espera contar com atletas de mais renome. Como exemplo o paraguaio Ortigoza, que está no Paraná e cujo retorno não é descartado pelo treinador. Ele acredita que é possível que jogadores com esse perfil desembarquem no Recife.

- É um tipo de jogador que traz um peso, traz o torcedor. O Nordeste tem essa característica. Você traz um jogador de peso pra trazer o torcedor junto, para campo. É sempre importante. Jogadores experientes agregam, trazem coisas boas, ajudam os jovens.


GloboEsporte.com, Recife