19/06/2018 às 12:58:51

Náutico vence o Santa no Arruda com um a menos.

O Timbu ganha por 1 a 0 com gol de Wallace Pernambucano.

Divulgação


Fora de casa e com um jogador a menos desde o primeiro tempo. A vitória do Náutico sobre o Santa Cruz, nesta segunda-feira, no Arruda, pela 10ª rodada da Série C, foi obtida em situação completamente adversa. Com gol de Wallace Pernambucano, o Timbu superou a expulsão de Ortigoza ainda no primeiro tempo e somou três pontos muito valiosos na competição ao vencer por 1 a 0.. Eles representam a saída do time zona de rebaixamento e a aproximação do G-4, agora a apenas um ponto e uma posição de distância (é o quinto colocado). O Tricolor, mesmo com a derrota, se mantém no grupo que se classifica à próxima fase. É o quarto na tabela do grupo A.


O Santa Cruz começou com mais volume, mas o Náutico equilibrava as ações nos minutos iniciais. Um momento pareceu mudar tudo - a favor do Santa. Insatisfeito com uma marcação do árbitro, Ortigoza reclamou acintosamente. Recebeu amarelo, continuou a xingar, e foi expulso.

Um a mais, dentro de casa, contra um time que está mal na tabela. Desenhava-se o cenário perfeito para uma vitória tranquila. Mas, diz o velho clichê, clássico é clássico. Verdade que o Santa teve algumas chances e errou finalizações, muitas delas simples. Mas não conseguiu impor uma verdadeira superioridade ao Timbu e marcar gols. As equipes foram ao intervalo empatadas em 0 a 0.


Segundo tempo

A volta do intervalo não ajudou o Santa a crescer no jogo. E foi importante para o técnico Márcio Goiano rearrumar o Náutico, que passou a exercer uma boa marcação e fazer uma substituição que mudaria o jogo: Wallace Pernambucano no lugar de Dudu.

Organizado em duas linhas defensivas e com Wallace na frente, o Timbu conseguiu controlar o jogo e sofrer pouco - a despeito de ter um jogador a menos. O Santa tentava jogadas pelos lados e teve chances, mas voltou a errar os chutes. Faltou mira.

O Náutico, não. Em um lance aparentemente despretensioso pela direita, Tiago Machowski falhou feio em cruzamento. A bola sobrou para Wallace Pernambucano, dentro da área, que não perdoou. Eram 26 do segundo tempo. Nos 20 minutos restantes, a Cobra Coral tentou, mas não conseguiu superar a própria limitação na criação de jogadas. Timbu vence.



Globo Esporte