26/01/2017 às 13:32:41

Giva, Jefferson Nem e Juninho esquentam a briga por vaga no time

Além deles Alison, Anselmo e Dudu reaparecem na disputa

Náutico


Setor que mais mudou em relação ao ano passado - foram feitas cinco contratações -, o ataque do Náutico deu resposta cedo. O que ocasiona uma dor de cabeça "boa" ao técnico Dado Cavalcanti. Ele tem três dias para decidir o que fazer: continuar com quem deu certo na goleada por 4 a 0, sobre o Uniclinic, ou mudar as peças e colocar os nomes de maior experiência.

- Este ano é importante para mim e sinto evolução nos treinos. Quero fazer um número alto de gols e ajudar minha equipe. Foi importante para a gente que é da base e espero colocar dúvida na cabeça de Dado para continuar com minhas oportunidades - disse o atacante Jefferson Nem, que marcou dois gols contra o Uniclinic.

Além de Jefferson Nem, outro destaque no jogo foi o atacante Giva. O técnico Dado Cavalcanti esboçou uma dúvida entre ele e Alison. Como o segundo não foi regularizado, coube a Giva entrar, marcar o primeiro gol e dar uma assistência para Jefferson Nem.

- Sobre a concorrência, é normal. Em todo time, dois ou três querem essa vaga de titular. Mas a concorrência é amigável. Dado sabe o que faz e quem estiver melhor, vai jogar - disse Alison, agora está regularizado.

Além dos citados, quem chega forte para uma vaga é Anselmo. Com a bagagem de ter sido o terceiro maior artilheiro do Brasil no ano passado, com 23 gols, o atacante, de 36 anos, recuperou-se de uma lesão na coxa e afirmou estar dando conselhos a Jefferson Nem.

- Uma das pessoas que mais converso é Nem. Ele é um dos jogadores que foram mais bem trabalhados nos últimos anos e sei que ele vai dar muita resposta dentro de campo. Ele precisa dosar algumas coisas, mas já mostrou que tem capacidade. Ele ajudou com dois gols e fez uma ótima apresentação. Isso prova que a cada dia nosso time está ficando calejado. É uma dor de cabeça que Dado vai ter e que é muito importante para a gente - disse Anselmo.

Já Dado Cavalcanti não quis dar brechas sobre quem vai escalar. E disse que vai esperar mais alguns dias para poder definir o time.

- .Os garotos têm chance. Nada acontece por acaso. É muito cedo falar em retornos ao time. Vou avaliar o que aconteceu no jogo e na pré-temporada. Claro que alguns vieram com mais peso. Anselmo e Alison disputam uma posição. Mas quem jogou dá um pulo na frente por ter jogado uma partida que vale três pontos. Mas não vai ser só isso. Por isso não cravo retorno.