21/07/2018 às 22:34:52

Náutico vence o Juazeirense por 1x0

Com esta vitória, o Náutico segue invicto por sete jogos com Márcio Goiano

Léo Lemos


o dia em que foi comemorado os 50 anos da conquista do Hexa do Campeonato Pernambucano, o Náutico não decepcionou a torcida que foi prestigiar o time na Arena de Pernambuco e venceu a Juazeirense por  1 a 0. O Timbu cumpriu à risca o pedido do seu treinador para pressionar o adversário desde o início e apesar de encontrar muita dificuldade contra a defesa do time baiano, conseguiu a vitória no minuto final. Com este resultado, o time alvirrubro dorme na liderança do Grupo A, empatado em pontos com o Atlético-AC, que só entra em campo neste domingo e mantém a invencibilidade de sete jogos sob o comando de Márcio Goiano. 

Na próxima sexta-feira, o Náutico encara mais um time que briga contra o rebaixamento, o Globo-RN, fora de casa. Caso vença, o alvirrubro pode sair de campo já classificado para o mata mata da Série C. Já a Juazeirense tem um confronto direto contra o Salgueiro, dentro de casa.

O Jogo

 
Mesmo com a opção de repetir a escalação do time pela terceira vez seguida, Márcio Goiano preferiu dar mais mobilidade ao ataque do Náutico. Com isso, Lelê, voltando de lesão, entrou na vaga do questionado Ortigoza e voltou a formar o trio de ataque com Dudu e Robinho. Com um ataque mais leve e jogando em casa, o Timbu tomou a iniciativa da partida e tinha maior posse de bola. A Juazeirense tentava explorar os contra-ataques.

Aos poucos o Alvirrubro começou a transformar a posse de bola em chances de gol. Os 13 minutos, o lateral Bryan arriscou um forte chute de fora da área, o goleiro Tigre deu rebote, mas a defesa da Juazeirense conseguiu afastar antes de Lelê chegar na bola. O Náutico tentava acelerar o jogo e aos 20, Assis chutou forte, a bola tinha endereço, mas a zaga da Juazeirense conseguiu desviar para escanteio.

Apesar do domínio do Timbu, a melhor chance de gol foi do time baiano aos 28 minutos. Após erro de passe de Sueliton no campo de defesa, Jussimar puxou o contra-ataque e chutou da entrada da área. Para a sorte do Náutico, a bola desviou em Josa e foi para escanteio. Logo em seguida, aos 32, Assis, um dos destaques da partida, fez lançamento perfeito para Robinho. O atacante apareceu sem marcação, mas não conseguiu mandar a bola pro gol. Nos minutos finais, a partida ficou aberta, mas sem chances claras de gol.


Segundo Tempo


Após um primeiro tempo movimentado, o Náutico voltou para a segunda etapa com Ortigoza no lugar de Lelê. Assim como o técnico alvirrubro, Evandro Guimarães também fez uma mudança no seu time e Capone, pendurado com um amarelo, saiu para entrada de Carlinhos. As substituições não alteraram o panorama do primeiro tempo e o jogo continuou aberto no início do segundo tempo. Logo aos 6 minutos, Tigre foi forçado a fazer grande defesa com as pontas dos dedos após um chutaço de Ortigoza da intermediária. O time baiano mantinha um bom posicionamento defensivo, mas o Timbu tinha o domínio das ações ofensivas no jogo. Após blitz na área da Juazeirense aos 23, Camutanga cabeceou para a defesa de Tigre.

O Náutico pressionava o time baiano e aos 33 minutos teve a sua maior chance até aqui. Assis cruzou, a bola desviou e Jhonnatan chutou no contrapé do goleiro, quase abrindo o placar. O jogo virou um ataque contra defesa, a Juazeirense se viu acuada em seu campo e no último minuto do jogo, Ortigoza cabeceou para finalmente encerrou seu jejum de cinco jogos sem marcar e deu a vitória para o Náutico neste dia especial.


Ficha do jogo

Náutico 1
Bruno; Bryan, Camutanga, Suéliton e Assis (Gilmar); Josa, Jhonnatan, Luiz Henrique e Dudu (Jobson); Robinho e Lelê (Ortigoza). Técnico: Márcio Goiano

Juazeirense 0
Tigre; Eron, Júnior Gaúcho, Alyson (Enercyno) e Deca; Rodolfo Potiguar, Capone (Carlinhos), Jussimar, Juninho Tardelli e Toni Galego; Salatiel (Victor Sapo). Técnico: Evandro Guimarães.

Local: Arena de Pernambuco.
Hora: 17h.
Árbitro: Diego da Silva Castro (PI).
Assistentes: Mauro Cezar Evangelista de Sousa (PI) e Allison Lima Damasceno.
Cartões amarelos: Capone (J), Dudu (N), Bryan (N), Jobson (N), Enercyno (N), Jhonnatan
Gols: Ortigoza (51´ 2ºT)




Marina Maranhão /Especial para o Diario