17/07/2018 às 13:20:24

Márcio Goiano cita gramado e expulsão

Foram fatores determinantes em empate do Náutico

Divulgação


O técnico Márcio Goiano elencou os principais fatores para o Náutico ter empatado com o Salgueiro por 1 a 1 na noite desta segunda-feira, pela Série C. Para ele, a condição do gramado do estádio Cornélio de Barros e a expulsão do atacante Wallace Pernambucano tiveram papel fundamental.

O cartão vermelho veio em um lance aos 23 minutos do segundo tempo, pouco depois de o jogador ter entrado em campo, aos 17. Wallace acertou o cotovelo em Marlon durante disputa de bola pelo alto, lance interpretado como agressão pelo árbitro. No entanto, o juiz não marcou falta no momento.

- A gente sabia das dificuldades que iríamos encontrar. O tipo de gramado prende muito a bola. Se tivesse molhado poderia ser uma situação diferente. O jogo em si (estava) tranquilo e no segundo tempo voltou na mesma situação. E veio a expulsão. O juiz no momento nem falta deu e depois interpretou como expulsão. Foi um fator de diferença porque (o Náutico) com um jogador a menos, o adversário foi pra cima - disse Márcio Goiano.

Ele disse que conversou com Wallace Pernambucano.

"Pelo o que nos conversamos com o atleta ele alega jogada normal. O Ortigoza quando estava em campo apanhou, Wallace também apanhou. Robinho apanhou. Atacante quando bate... Acabou sobrando pra ele. Temos imagens e vamos ver se aconteceu ou não. Isso prejudicou a gente. Se for ver a forma como ele disputou a bola, até mesmo o árbitro não deu falta naquele momento."

Apesar disso, o técnico considerou bom o ponto conquistado no empate, que deixa o Timbu a três pontos do líder Atlético-AC. Caso tivesse vencido, o Alvirrubro estaria colado no adversário.

- Acima de tudo temos que valorizar o ponto. Existe a dificuldade de jogar aqui. Brigamos e lutamos. Futebol se oscila.


GloboEsporte.com, Recife