17/07/2018 às 13:06:51

Náutico empata com o Salgueiro no Sertão



Léo Lemos - Náutico


Sem problemas de suspensões ou lesões, o técnico Márcio Goiano pôde repetir a mesma escalação da vitória na rodada passada, diante do Confiança. Algo que só havia ocorrido outras duas vezes na temporada. E em um jogo bastante truncado, esse entrosamento seria decisivo para o Náutico no primeiro tempo.

Isso porque, na única oportunidade que teve para trabalhar com liberdade ofensiva, os alvirrubros foram fatais. Após boa triangulação, com direito a participação do volante Josa, o meia Dudu achou Robinho dentro da área, já aos 36 minutos. Com liberdade, o atacante só teve o trabalho de tocar por baixo do goleiro Mondragon e marcar seu sexto gol nesta Série C, artilheiro do time na competição.

A jogada do gol foi um suspiro de qualidade em um primeiro tempo horroroso tecnicamente. Onde a marcação e os muitos erros de passes, se sobressaíram. Assim, mesmo com mais posse de bola, o Salgueiro pouco ameaçou a meta de Bruno. Na melhor chance, o meia Marcos Vinícius chutou da entrada da área para a defesa do goleiro alvirrubro, em jogada iniciada após erro na saída de bola do lateral-direito Bryan.

Segundo tempo

No retorno para a etapa final, Márcio Goiano não promoveu nenhuma substituição no Náutico. Mesma situação do técnico Sérgio China, que foi obrigado a queimar duas alterações ainda no primeiro tempo por conta de problemas físicos. A mudança no Carcará foi de postura, com os donos da casa, em apenas dois minutos, fazendo mais do que em todos os 45 anteriores, pressionando o Timbu com direito a bola no travessão de Bruno.

A maior ofensividade do Salgueiro ajudou a destravar (e melhorar) um pouco a partida. Até porque, os espaços para os contra-ataques também começaram a aparecer. Restava ao Náutico tentar acelerar a saída de bola. Com isso, aos 18 minutos, Márcio Goiano tirou Ortigoza (mais uma vez apagado) para a entrada de Wallace Pernambucano.

O Carcará, no entanto, seguia melhor. Com direito a Josa (o melhor em campo) salvar em cima da linha após chute de Izaldo. Aos 25 minutos, apenas sete após entrar em campo, Wallace Pernambucano foi expulso ao dar uma cotovelada no lateral Emerson, deixando a situação do Náutico ainda mais complicada.

Aos 33 minutos, para reforçar a marcação, Márcio Goiano tirou o meia Dudu para pôr o volante paraguaio Jimenez. A ordem era segurar o resultado. Não deu. Com um belo chute de fora da área, Dadá, aos 40 minutos, mandou no ângulo de Bruno empatando de forma merecida a partida.

Ficha do jogo

Salgueiro 1
Mondragon, Maurício (Alexon), Iury, Izaldo e Marlon; Emerson, Michel (Dadá), Pêu e Marcos Vinícius; Bruno Menezes e Eriky Júnior (Erinaldo). Técnico: Sérgio China.

Náutico 1
Bruno; Bryan, Camutanga, Suélinton e Assis; Josa, Jhonnatan, Luiz Henrique e Dudu (Jimenez); Robinho e Ortigoza (Wallace Pernambucano). Técnico: Márcio Goiano.

Local: Estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro
Árbitro: Roger Goulart  (RS)
Assistentes: Lúcio Beiersdorf Flor e André da Silva Bitencourt (ambos do RS)
Gols: Robinho (36 min do 1º) e Dadá (40 min do 2º)
Cartões amarelos: Emerson (S) , Assis (N)
Expulsões: Wallace Pernambucano (N)



João de Andrade Neto /Superesportes