08/03/2018 às 09:11:04

Roberto Fernandes festeja primeiro lugar, mas alerta!

"Agora começa outro campeonato"

Léo Lemos


O técnico Roberto Fernandes fez questão de valorizar a liderança do Náutico na fase classificatória do Campeonato Pernambucano. O que permite ao Timbu disputar o jogo único das quartas de final contra o Afogados, na Arena de Pernambuco, e também uma possível semifinal, diante do vencedor de Salgueiro ou Vitória. Além disso, também será mandante em uma eventual final. Apesar disso, o treinador fez questão de ressaltar que com a fase eliminatória começa outro tipo de disputa.

O comandante alvirrubro chegou a citar o Santa Cruz como exemplo de que, a partir de agora, um erro pode ser fatal. "O Náutico entrou em campo pela manutenção da liderança. Teremos duas vantagens fundamentais. O apoio do torcedor e também a questão da renda. Mas agora começa outro campeonato. Veja o exemplo do Santa Cruz, que disputou dois clássicos e não perdeu nenhum (empate por 0 a 0 com o Náutico e por 1 a 1 com o Sport). Se terminou em sexto, provou que é um candidato ao título. Todos que terminaram classificados foi por merecimento", alegou.

Sobre o empate com o Belo Jardim, Roberto Fernandes reconheceu que a sua equipe não apresentou um bom futebol. E criticou a passividade alvirrubra no primeiro tempo. "Eu alertei isso na entrevista da véspera do jogo e na preleção. Em termo de atitude, o Belo Jardim entrou em campo para uma decisão e o Náutico achando que poderia vencer a hora que quisesse. Tomamos um gol muito cedo, empatamos, mas voltamos a errar", analisou o treinador que também explicou a saída do zagueiro Rafael Ribeiro ainda com 29 minutos da etapa inicial,

"Estavamos colocando por água a baixo tudo o que havíamos construído na primeira fase. Chegamos a cair para o terceiro lugar. Não tinha porque esperar. Colocamos o time para frente com dois meias e três atacantes. No segundo tempo, além da parte tática, voltamos com o espírito diferente. Parece que agora temos que começar o jogo pelo intervalo. Com a atitude diferente, somada ao crescimento técnico da equipe, colocamos bola na trave, empatamos e tivemos pelo menos mais duas boas chances de gol", enumerou.


João de Andrade Neto /Superesportes