25/10/2017 às 12:46:26

Gustavo Ventura pede licença do cargo de presidente.



Divulgação


Pela terceira vez só neste ano, a cadeira de presidente executivo do Náutico será ocupada por uma pessoa diferente. Depois de Ivan Brondi pedir renúncia do cargo no dia 29 de agosto, Gustavo Ventura assumiu. Só que agora foi a vez de Gustavo pedir licença por dois meses e a missão de conduzir o Timbu ficará nas mãos de Ivan Pinto da Rocha, então presidente do Conselho Deliberativo. Vale lembrar que, em janeiro de 2018, Edno Melo, eleito neste ano, assume a presidência.

Gustavo Ventura explicou os motivos da sua decisão. E disse que isso estava acordado com todos desde o dia 4 de setembro, na primeira reunião com o Conselho Deliberativo.

- Na primeira reunião, após a renúncia de Ivan Brondi, eu disse que não tinha condições profissionais de ficar à frente do clube por quatro meses. Tenho minhas obrigações profissionais como advogado e eu não tinha tempo suficiente para me dedicar ao clube. Então ficou acordado que eu assumiria, colocaria Edno Melo e Diógenes (Braga, futuro vice-presidente) no meio do processo de montagem da diretoria que vai seguir no clube em 2018. Quando isso aconteceu, tomei a decisão de levar aquilo que já tinha sido tratado. Eu ia ficar apenas neste período e isso está acordado desde o dia 4 de setembro - afirmou.

Gustavo Ventura garantiu que, estruturalmente, o clube vai mudar muito pouco. Ivan Pinto da Rocha, então presidente do Conselho Deliberativo, já está fazendo parte do processo de transição para a próxima gestão que vai assumir, liderada por Edno Melo, em 2018.

- O clube vai continuar do mesmo jeito. Ivan é meu amigo, é parceiro nesse processo e topou dividir a responsabilidade. Não tem renúncia, nada disso. Ele vai assumir o processo porque demanda uma carga de tempo e presença do clube que eu não posso ter mais. Já fiz o que tinha de fazer. Ele vai continuar com Edno e Diógenes. Na prática, muda muito pouco.

Após o período de licença, Gustavo Ventura retomará as atividades no fim de dezembro, quando vai passar o bastão para Edno Melo. Até lá, não vai deixar o clube e vai trocar de cargo com Ivan Pinto da Rocha. Enquanto Ivan assumirá a presidência do Executivo, Gustavo volta à presidência do Conselho Deliberativo.

- Eu reassumo no fim do ano, dou posse a Edno e pronto. Posso dizer que fazia tempo que não havia tanta harmonia no clube. Não há fim de ciclo, nada disso. No fim do ano termina o meu mandato e Edno começa. E é bom dizer que eu volto ao Conselho Deliberativo. Vou me reunir em relação ao retorno ao Estádio dos Aflitos, tudo normal. Estão criando um bicho muito maior do que ele é.

 

 

 

 

 

Daniel Gomes - Globo Esporte