13/10/2017 às 13:24:06

Roberto Fernandes não confirma time

Sem Léo Carioca e Henrique Ávila técnico tem dúvidas

CNC


O departamento médico do Náutico bem que queria, mas não será dessa vez que o zagueiro Léo Carioca e o lateral-esquerdo Henrique Ávila serão liberados. Os dois se recuperam de lesões na coxa e não enfrentam o Guarani às 19h deste sábado, no Estádio Lacerdão, na cidade de Caruaru, no Agreste pernambucano. Quem confirmou as ausências foi o próprio técnico Roberto Fernandes.

- Quando estamos em um momento onde muita coisa não dá certo, temos que preservar o que dá. A última vitória foi em casa, contra o Boa. Se eu tivesse todos os jogadores à disposição, o time seria o mesmo. Eu não tenho Léo e Ávila, que continuam machucados. E eu vou substituir procurando os jogadores com características semelhantes.

O treinador deve mandar para o jogo o mesmo time que foi testado na última quarta-feira. Precisando montar uma equipe mesmo com tantos desfalques - além de Léo e Henrique, os atacantes Gilmar, Vinícius e Rafael Oliveira só voltam no ano que vem -, ele rasgou elogios ao meia Diego Miranda.

- Miranda é o melhor jogador do nosso meio de campo no que diz respeito a ser pulmão do time. Todas as vezes que eu o adiantei, caiu de rendimento. Para colocar ele de meia atacante, não dá. Eu posso colocar na lateral, mas eu perco no meio de campo. William Schuster (volante) não tem a característica do meio de campo. Eu perco mais tirando Miranda do meio de campo do que deixando Manoel na lateral.

O time do Náutico deve ter Jefferson; Sueliton, Aislan, Feliphe Gabriel e Manoel; Amaral, Diego Miranda, Rafinha e Giovanni; Dico e William. Roberto Fernandes reconheceu que o lateral-esquerdo Manoel sofre com críticas da torcida, mas disse que vai perder muito se deslocar Diego Miranda para a lateral esquerda. Como Manoel é o único da posição, deve continuar no time.

Na segunda parte do treino da última quarta-feira, Roberto Fernandes testou Bruno Mota no time titular. Mas a volta dele ao time ainda não está garantida. Depende do próprio jogador, que tem de demonstrar comprometimento.

- Esse aval está ligado ao comportamento de Bruno. Ele sabe porque é pouco aproveitado. Se ele mostrar que está comprometido, é um cara que a gente não pode desprezar. Nessa reta final, pode ajudar, sim.

- Ninguém falou de Manoel no jogo contra o Boa. Ele entrou e deu conta do recado. Mas no jogo do Goiás, cometeu falha. Eu tenho um elenco absolutamente enxuto, não tenho muitas opções e se eu for tirar todo mundo que joga mal... Não vou tirar Manoel. E não tiro Miranda do meio de campo, isso é fato. Com a bola rolando, até pode ser. Mas para começar o jogo, não.

 

 

Daniel Gomes - Globo Esporte