28/09/2017 às 13:50:11

Atletas do Náutico focam motivação até o fim



Náutico


Com três derrotas consecutivas e a nove pontos de sair da zona de rebaixamento, a situação do Náutico está mais delicada que antes - chegou a ver essa distancia chegar a cinco. Agora, o Alvirrubro tem pela frente, às 16h30 do sábado, no Lacerdão, o Boa Esporte. A sequência negativa causa desconforto, mas, segundo o lateral Henrique Ávila, os jogadores têm que usar como motivação a torcida e as pessoas que acreditam na permanência na Série B.

- O ânimo a gente tem que tirar de nos mesmos. Até porque a situação que a gente está vivendo não é fácil. Não tem ânimo maior do que lembrar das pessoas que dependem da gente, que estão torcendo pela gente. Da própria torcida, que fez uma festa bonita contra o Inter. Tínhamos chegado a cinco pontos para sair da zona e, agora, subiu para nove. Contra o Boa, tem que ser um pontapé para nossa caminhada para sair dessa situação.

Apesar de pregar esse impulso pelas vitórias, Ávila reconhece que o nível de preocupação aumenta após uma nova derrota. Para não deixar que a cabeça perca o foco, o atleta relembra as boas partidas feitas na competição.

- Se te disser que não deixa (abatido), vou estar mentindo. Não sei se abatido é a palavra correta, mas, preocupado. Como falei, a gente chegou a cinco pontos, deu aquele ânimo e ai volta para nove pontos e dificulta de novo. Mas a gente sabe que não podemos entregar. A equipe é boa. Já demonstramos isso em jogos contra Figueirense, o próprio Ceará, que a gente perdeu, mas fomos bem. Não podemos deixar essa derrota desanimar o grupo.

 
 
 
Eryck Gomes, Globo Esporte