29/08/2017 às 16:35:37

Novo Aflitos é sonho cada vez mais real





O sonho do Náutico de voltar aos Aflitos está mais firme do que nunca. Principalmente depois da última semana, quando foi possível ver o progresso alvirrubro nas obras no campo. Quanto ao projeto arquitetônio do estádio de uma forma geral, existem várias novidades. O plano visa a implantação de bares e espaços de convivência no setor leste e oeste do estádio, além de novas rampas de acesso e um alambrado de vidro.

- Se tudo der certo, vamos começar o processo de demolição nesta semana. Queremos derrubar o muro que existe na Rua Manoel de Carvalho. Ali, podemos aumentar a área de convivência, ampliar a calçada e integrar mais a rua com o espaço do clube - afirmou o arquiteto Múcio Jucá, um dos responsáveis pelo projeto.

A Comissão Paritária apresentou, no dia 1º de agosto, as características gerais da obra na Prefeitura do Recife e divulgou o encontro nas redes sociais.

- Ainda estamos em processo de conversa com a Prefeitura do Recife. O projeto tem de ser bem definido e viável. Não podemos dar um passo maior que a perna. Teremos os bares, novos banheiros, adequados e compatíveis com a capacidade de público... São algumas novidades do local, mas ainda estamos no processo de legalização junto aos órgãos competentes, como a Corpo de Bombeiros, em breve. Tudo tem de ser refeito nesta nova obra - disse Múcio Jucá.

Segundo o arquiteto, embora se cogite que o orçamento para o retorno ao Estádio dos Aflitos gire na casa dos R$ 3,5 milhões, ainda não é possível cravar o valor. E nem quando o Timbu poderá voltar à sua casa. Especula-se que o retorno só poderá ser possível no segundo semestre de 2018.

- Ainda não há data de retorno. Só especulações. É um desejo nosso, mas não passa de um desejo hoje que a gente volte para lá no dia 7 de abril, dia do aniversário do clube. Até podemos voltar antes sem que a obra esteja totalmente concluída. Não é necessário os Aflitos ficar 100% pronto para que a gente possa jogar lá. Podemos isolar algumas áreas e deixar bem assinalado para o torcedor, enfim. Por enquanto, temos o projeto arquitetônico. Depois, vamos definir o orçamento de cada passo. Qualquer valor de obra também é especulação. Ainda têm de ser definidas as etapas da obra, por exemplo. O que se pode garantir é que teremos nosso caldeirão de volta com áreas de convivência que nunca tivemos.

 

 

 

Daniel Gomes - Globo Esporte