03/08/2017 às 14:36:23

Timbu projeta contratar dois jogadores

Os atletas irão disputar o segundo turno da Série B



Roberto Fernandes não vai trazer muitos jogadores para o segundo turno da Série B. Nas contas do Náutico, mais dois vão ser contratados. Sem fala oficial sobre posições, mas até por apreciação do treinador, as peças devem ser ofensivas, que joguem do meio para a frente. O mapeamento dos nomes vai ser intensificado após a partida desta sexta-feira, contra o Luverdense-MT, na Arena de Pernambuco.

- Conversamos bastante. Fiquei à frente dessa parte final da contratação de Roberto. Antes dele conhecer o elenco, não podemos falar de nomes e posições, mas ele tem um conceito de como quer que o time jogue e isso passa pelo perfil de alguns atletas. Depois do jogo, contra a Luverdense, vamos pensar nisso - disse o vice-presidente de futebol do Náutico, Emerson Barbosa.

Segundo o dirigente, o Náutico tem condições financeiras para trazer os atletas, desde que não fuja do teto financeiro estabelecido pelo clube.

- Sem fugir do nosso orçamento, temos condições de fazer essa contratações. Ainda é precoce falar de contratações, mas, depois dessa reavaliação, ele vai passar um relatório para nós. Não é nem carência. São atletas que podem complementar. Possivelmente, peças do meio de campo para a frente.

Cada clube pode inscrever até 40 jogadores na Série B e fazer dez substituições no decorrer do período. É o que consta no parágrafo dois do capítulo três do Regulamento Geral de Competições da CBF. Até a presente data, o Náutico inscreveu 44 atletas na Série B. Dez já saíram do clube, abrindo possibilidade para que novos reforços cheguem nos Aflitos.

- Na grande realidade dos clubes, você não tem todas as características em todos os setores. Não vou ser leviano em falar sem ter conhecimento do grupo. Mas falta ao grupo duas características, em dois setores. Vou falar internamente, não quero causar ansiedade mais do que o grupo tem. Para a forma que gosto de jogar, há uma característica que não tem no elenco. Podemos ter um jogador muito bom, mas não com essa característica - disse o técnico Roberto Fernandes.

O treinador disse que prefere esperar, pelo menos, até a próxima semana para conhecer mais o elenco. Afinal, admite ter um limiar curto para erros nas contratações.

- O direito de errar que todo ser humano tem, com apenas duas contratações, tem de ser "menos um". Não é nem zero. A gente tem de analisar no mercado e, em uma sequência, nos próximos dias, antes da próxima semana, não vou ter essa conversa com a diretoria. Quero mergulhar no elenco que a gente tem. E não posso errar, tenho de acertar na veia. O jogador pode até não dar certo, mas tem de ter uma característica que não temos.

 

 

Daniel Gomes - Globo Esporte