20/11/2016 às 19:52:20

Náutico goleia Tupi por 4x0 e segue sonhando com acesso



Bruno Ribeiro


O sonho do acesso segue vivo para o Náutico e será definido na última rodada da Série B. Precisando da vitória ante o Tupi, os pernambucanos não decepcionaram e voltaram a vencer longe dos seus domínios após três jogos. Com gols de Rony, Bérgson, Rafael Pereira e Léo Santos, o Timbu garantiu o triunfo por 4 a 1 e permanece na 5ª posição da Série B, agora com 60 pontos. Para voltar a Série A, os alvirrubros precisam de uma vitória diante do Oeste e que um dos adversários diretos dentro do G4 tropece na rodada final da competição.

Diante dos mineiros já matematicamente rebaixados para a terceira divisão, a missão do Náutico aparentava ser fácil para seguir na briga pelo G4. Mas, nos minutos iniciais do confronto, o time aparentou um certo nervosismo e o Tupi quis se aproveitar disso para surpreender em campo. No entanto, a falta de qualidade no time de Juiz de Fora era nítida e as chances criadas pouco assustaram os alvirrubros. E foi numa saída de bola errada dos donos da casa que o Timbu se aproveitou para abrir o placar. Rodrigo Souza conseguiu a roubada, tocou em profundidade para Esquerdinha entrar na área e cruzar rasteiro para Rony, livre e de frente para o gol, dominar e mandar para as redes. 1 a 0 para a equipe pernambucana.

 

O gol deu mais tranquilidade para o Náutico, que pouco depois quase aumentou a diferença novamente com uma jogada da dupla Rony e Esquerdinha. O atacante recebeu na lateral de campo, tabelou com o meia e entrou na área, mas bateu cruzado para fora. O Tupi, por sua vez, chegou por algumas oportunidades no ataque, mas em sua maioria por meio de bolas levantadas na área e a defesa pernambucana não teve muita dificuldade para afastá-las.

No final da primeira etapa, ainda deu tempo do Timbu ampliar o placar. Após já ter perdido uma chance incrível com Esquerdinha, aos 40 minutos, quando ele recebeu cruzamento de Vinícius ficando cara a cara com goleiro, mas finalizou em cima do camisa 1 do Tupi. Uma nova chance não foi desperdiçada dois minutos depois. Esquerdinha tocou de cabeça para Bérgson dominar dentro da área e finalizar para o gol, a bola desviou no zagueiro e enganou o Rafael Santos indo para o fundo da meta mineira. 2 a 0 para os pernambucanos.

Na volta do intervalo, os mineiros ensaiaram uma reação e logo no primeiro minuto de jogo obrigaram Júlio César a fazer uma grande defesa após finalização de Luiz Paulo de fora da área. Aos sete minutos, foi a vez de Sávio assustar a defesa do Náutico. O meia desviou de cabeça um cruzamento e a bola passou raspando a meta alvirrubra e foi para fora. A pressão deu resultado aos 11 minutos, quando Gastón vacilou na marcação e a bola sobrou para Marcos Serrato ir até a linha de fundo e tocar para trás para Giancarlo aparecer no meio dos zagueiros e diminuir a vantagem dos visitantes. 2 a 1 no placar.

Os mineiros não diminuíram a pressão após o gol marcado. Aos 18 minutos, por pouco o empate não veio novamente com Giancarlo. Luiz Paulo levantou na área alvirrubra e o atacante subiu mais alto que todo mundo para cabecear no cantinho, porém Júlio César se esticou para fazer um verdadeiro milagre e evitar o empate. Aos 23 minutos, foi a vez do Náutico voltar a assustar a defesa adversária. Rony avançou pela lateral, cruzou para Renan Oliveira, livre na entrada da grande área, mas o goleiro do Tupi saiu muito bem para evitar que o gol saísse, no rebote Gastón mandou em cima da zaga.

Contudo, poucos minutos depois, o Timbu aumentou o marcador. Rony sofreu pênalti após entrada dura do goleiro Rafael Santos, que acabou expulso de campo. Na cobrança o zagueiro Rafael Pereira mandou forte chute no meio do gol para fazer o terceiro dos pernambucanos. Com um a mais e a vitória assegurada, o Náutico apenas administrou o resultado nos minutos finais, quando Renan Oliveira, em contra ataque, lançou Léo Santos que saiu de frente para o gol e tocou na saída do goleiro para dar números finais a partida. 4 a 1 no placar.

Ficha técnica:

Tupi:

Rafael Santos; Douglas (Vinícius), Gabriel Santos, Bruno Costa e Luiz Paulo; Renan, Marcel, Marcos Serrato, Hiroshi e Sávio (Ygor); Giancarlo (Glaysson)

Náutico:

Júlio César, Joazi, Rafael Pereira, Igor Rabello e Gastón; João Ananias, Rodrigo Souza, Esquerdinha (Eurico) e Vinícius (Léo Santos); Rony e Bérgson (Renan Oliveira)

Local: Mário Helênio (MG)

Árbitro: Francisco de Paula dos Santos Silva Neto (RS)

Assistentes: Lucio Beiersdorf Flor e Jorge Eduardo Bernardi (ambos do RS)

Cartões Amarelos: Rodrigo Souza, Vinícius, Bérgson (Náutico) Rafael Santos, Hiroshi (Tupi)

Cartão Vermelho: Rafael Santos (Tupi)

Gols: Rony (14min do 1ºT) Bérgson (42min do 1ºT) Giancarlo (11min do 2ºT) Rafael Pereira (30min do 2ºT) Léo Santos (49min do 2ºT)

 

 

Rodrigo Malveira - Leia Já