31/10/2016 às 11:33:03

A cinco jogos da Série A, Givanildo Oliveira tem missões importantes nesta semana no Náutico



Léo Lemos


A vitória sobre o Atlético-GO já foi bastante comemorada pela torcida alvirrubra e até pelos jogadores. O fim de semana foi de folga e descanso para os atletas. Algo mais do que merecido. Nesta segunda-feira, o técnico Givanildo Oliveira começa a preparação para enfrentar o CRB no próximo sábado em Maceió. E são vários fatores que serão analisados pelo treinador. 

Primeiro, Givanildo terá que pensar em como armará o time. São três desfalques por conta do terceiro cartão amarelo. Um em cada setor. Na defesa, Gastón, no meio de campo, Rodrigo Souza e no ataque, Bergson. Muitas alterações para uma partida. A quantidade de mexidas será a mesma das duas últimas partidas, a diferença é que desta vez não haverá mudança no gol, algo que mexe bem menos com a tática da equipe.

Depois que definir com quais peças formará sua equipe, Givanildo terá que manter o trabalho psicológico que vem fazendo com o time. O primeiro passo foi dado assim que a partida acabou. O treinador lembrou que não há mais espaços para vacilos. “Não podemos de repente vacilar porque não tem mais aquela de que faltam muitos jogos. Está afunilando cada vez mais. Considero que Atlético-GO e Vasco estão dentro. São duas vagas para oito. O Londrina empatou e se vencesse não estaríamos entre os quatro. Está muito pegado e vamos buscar vencer contra o CRB”, pregou.

A terceira parte do seu trabalho será conter a ansiedade por mais um bom resultado. Nas contas do treinador mais três vitórias podem colocar o Alvirrubro de volta na Série A e vencer em Maceió seria um grande passo para começar a transformar o acesso em realidade. “Com a pontuação que temos hoje, se ganharmos três jogos, vamos a 63. E eu acredito que com 63 podemos subir. Isso sou eu que acho. Vamos tentar ganhar as cinco que restam, mas acredito que com 63 podemos subir.”



Rafael Brasileiro /Diario de Pernambuco