26/10/2016 às 11:10:01

Discurso no Náutico é um só: vencer na Arena de PE é obrigação



Náutico


A invencibilidade de oito jogos do Náutico - dois empates e seis vitórias - foi quebrada na última sexta-feira, contra o Luverdense. Para retomar a sequência de vitórias, o próximo adversário é, talvez, um dos mais difíceis da competição. O jogo é contra o líder da Série B do Brasileiro, o Atlético-GO, nesta sexta-feira, na Arena de Pernambuco, às 20h30 (horário local). Mas, os alvirrubros se apoiam num ponto forte neste returno: o fator casa. Para o lateral-esquerdo Gastón Filgueira, bater os goianos não será tarefa fácil, mas o Alvirrubro leva uma vantagem.

- Não pode relaxar, todo jogo tem que pontuar, ainda mais dentro de casa, tem que garantir os três. Somos fortes, a torcida está chegando junto, isso também ajuda. A gente sabe que fazer o nosso dever de casa não vai ser fácil. Mas a margem de erro está acabando.

Com 61 pontos, o Atlético-GO está folgado no G-4. O objetivo deles é o título, já o do Náutico é, no momento, garantir a vaga.

- Todo jogo na Série B é complicado. Todos os times têm objetivos. A gente quer entrar no G-4, queremos o acesso (à Série A) e o Atlético-GO também. Ele estão na ponta, muito mais perto que o resto de chegar na Série A. Não acho que eles vêm relaxados. Eles precisam desses três pontos já para garantir o acesso.  A gente saiu do G-4 e quer voltar.

O volante João Ananias creditou à soma de dois fatores a força alvirrubra. Além de jogar em casa, a Arena de Pernambuco deve ter a presença do "12° jogador", como no último jogo, contra o Ceará, que levou mais de 25 mil torcedores para o estádio.

- A gente vai enfrentar o líder do campeonato. Temos que entrar com calma, estudar o time deles. Mas o que vai ajudar a gente é o fator casa, fator torcida. Espero que eles continuem comparecendo para ajudar a gente a ganhar.