22/10/2016 às 21:17:32

Técnico e jogadores têm foco total em vencer o líder Atlético (GO)



Náutico


Após a derrota para o Luverdense (MT), na última sexta-feira, o Náutico já está de volta ao Recife para iniciar, na próxima segunda-feira (24), às 15h30, a preparação para o duelo decisivo contra o líder Atlético (GO), sexta-feira que vem (28), na Arena de Pernambuco. Com os 2x1 sofridos em Lucas do Rio Verde (MT), o Timbu encerrou uma série de oito jogos invictos e deixou o grupo dos quatro clubes que sobem à elite do futebol nacional. Porém, para o técnico Givanildo Oliveira e jogadores, a luta pelo acesso segue mais viva do que nunca. Afinal, o Timbu ainda terá mais seis adversários pela frente.

“Não só a gente, mas a torcida tem sim que continuar acreditando. Se vencermos o Atlético Goianiense na sexta-feira ficaremos em uma condição muito boa para enfrentarmos o CRB, em Maceió. Eles incentivaram bastante contra o Ceará e fizemos o gol aos 48 do segundo tempo”, lembrou Givanildo Oliveira, ciente que terá ao seu dispor jogadores importantes como o meia Vinícius e o atacante Rony. Ambos cumpriram suspensão automática. “Eles vinham ajudando bastante, mas uma hora iriam ocorrer desfalques. Temos que seguir apostando na força do grupo”.

Sobre o jogo contra o Luverdense, Givanildo Oliveira lamentou um gol perdido por Bérgson, quando a partida estava1x1, e a infelicidade do goleiro Rodolpho que, ao tentar tirar uma bola de soco, acabou deixando o atacante adversário livre para marcar, de cabeça, o gol da vitória dos donos da casa. “Merecíamos pelo menos o empate. Mas, agora é pensar para frente e no jogo importantíssimo que teremos contra o Atlético Goianiense na Arena”.

O goleiro Rodolpho disse que não gosta muito de dar desculpas em suas falhas, como na ocorrida no estádio Passo das Emas (MT). Segundo ele, porém, os refletores acabaram atrapalhando a sua visão no lance que resultou no segundo gol do Luverdense. “Quando tentei afastar a bola da área fui atrapalhado pelo refletor. Infelizmente o lance influenciou diretamente no resultado, mas temos um grupo maduro, forte e que vai buscar a reabilitação na partida com o Atlético (GO). É a hora da superação”, avaliou.

Já o volante João Ananias salientou que o Náutico não conseguiu anular bem as jogadas pelos lados de campo feitas pelos jogadores da equipe do interior do Mato Grosso, e que isso acabou dificultando as coisas para o time. “Acabamos dando espaços e sofrendo a derrota. Mas ainda faltam seis jogos e temos que manter a mesma pegada para buscarmos a nossa vaga no Brasileiro da Série A. O nosso grupo é muito forte e vem mostrando isso nesta reta final da Segunda Divisão”, declarou.

O também volante Rodrigo Souza não quer é que grupo fique lamentando o que ocorreu diante do Luverdese. “É como Givanildo sempre vem falando com a gente. Não podemos ficar festejando demais os bons resultados e nem lamentando as derrotas, como a ocorrida sexta-feira. É descansar um pouco da viagem, voltar a trabalhar duro, corrigir os erros, que certamente as vitórias voltarão a acontecer. Só assim entraremos novamente no G4 da Série B”, disse.

NÁUTICO X CRB

Depois de encarar o Atlético (GO), na próxima sexta-feira, na Arena de Pernambuco, o Náutico vai enfrentar o CRB, dia 5 (sábado), no Rei Pelé. Antes, a partida estava marcada para o dia 1ª de novembro (terça-feira), mas foi alterada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a pedido da Rede Globo. A emissora vai transmitir o jogo válido pela 34ª rodada para o Estado.

Márcio Cruz/Comunicação Náutico