11/10/2016 às 12:02:38

Marco Antônio comemora momento pessoal no Náutico, elogia força coletiva e convoca torcida



Marlon Costa / Pernambuco Press


Desde que Marco antônio entrou no time do Náutico, o Timbu só sabe o que é vencer. São cinco em sequência com o meia vestindo a camisa 10. Um número fantástico e que nunca havia sido conquistado pelo Náutico na Série B. O meia está muito feliz pelo momento e comemora ter feito a escolha certa quando assinou com o Alvirrubro, mas alertou que tem apenas uma parcela de responsabilidade nesses resultados.

“A palavra que resume (este momento) é felicidade. De ter tomado a decisão certa e de vim para cá. Pedia muito a Deus que abrisse uma porta onde eu pudesse ser feliz e foi aqui depois de tanto tempo. Eu fico grato pelo reconhecimento do torcedor. É bom colher esses frutos de um trabalho lá atrás. Tenho minha parcela, mas é um trabalho de grupo que está indo bem”, comentou.

 

Um dos motivos para que o Náutico vá tão bem, na visão do atleta, é a liberdade que Givanildo dá para os jogadores dentro de campo. As palavras do treinador e seu esquema têm feito o elenco se aplicar como nunca antes e todos estão prontos para entrar em campo. Por isso ele não acredita que porque ele, Vinícius, Rony e Bergson, homens mais ofensivos e responsáveis por 8 dos 11 gols do Náutico nos sete últimos jogos são os principais alicerces do elenco.

“Givanildo nos dá muita liberdade. Ele faz com que a gente jogue com confiança, que a gente jogue solto. O mais importante não é o quarteto, mas os dez, os 30, os 40 do grupo. Quem entrou mostrou que está pronto para jogar. Quem ganha com isso é o Náutico”, comentou.

Esperando mais torcedores
Com cinco vitórias consecutivas e mais um jogo na Arena de Pernambuco, mas desta vez no sábado às 18h30, Marco Antônio não acredita em repetição de bom público. O meia lembrou de episódios vivenciados nos Aflitos e crê que a torcida do Náutico mais uma vez dará um show nas arquibancadas.

“Torcida para isso tem. Quando a gente jogava nos Aflitos ficava gente de fora. Temos que agradecer esse apoio. Torcida é espelho do time em campo. É bom ser parado na rua e receber o reconhecimento. Espero que venha mais gente. Não vou nem comparar com o jogo de sexta-feira, porque era dia útil. Mas acho que vai dar mais do que aqueles 14 mil contra o Vasco.”

 

 

Rafael Brasileiro /Diario de Pernambuco