19/05/2012 às 16:44:43

Náutico: Raio-x dos reforços do Timbu para a Série A

Alvirrubro contratou 12 jogadores para a disputa do Brasileirão 2012

Lula Moraes - GE


Após ser eliminado do Campeonato Pernambucano nas semifinais, restou ao Náutico a Série A. E para não fazer feio no principal torneio de futebol do Brasil, o Timbu começou a investir em reforços de peso no retorno ao Brasileirão. Até o momento, o Alvirrubro já conta com 12 contratados, entre eles nomes conhecidos no cenário nacional como o atacante Araújo e o lateral esquerdo Lúcio. Veja, a seguir, o raio-x que O GLOBOESPORTE.COM/PE fez das contratações do Náutico.


Zagueiros

Márcio Rosário

Conhecido como o Caveirão do Bope, Márcio Rosário é um zagueiro-zagueiro (seguindo a definição do ex-vascaíno Odvan). Forte e alto, tem a versatilidade de poder atuar na lateral esquerda, função que exerceu no início de carreira. Contratado junto ao Fluminense, também tem passagens por Botafogo e Al Jazira.

Jean Rolt

O experiente zagueiro de 31 anos, estava no Al Sailiya, do Catar, e quis fugir do calor do país e dos estádios vazios do antigo clube. Para quem enfrentou picos de 50 graus, a temperatura do Nordeste não incomoda. O defensor catarinense foi revelado pelo Criciúma e teve como maior destaque uma passagem pelo São Paulo, em 2009. Por três temporadas, defendeu a Ponte Preta.

Jean Rolt - Náutico (Foto: Lula Moraes/GloboEsporte.com/PE)
Jean Rolt, zagueiro com passagem pelo Catar, tem 31 anos (Foto: Lula Moraes/GloboEsporte.com/PE)


Lateral

Alessandro

O destro Alessandro é um dos jogadores mais festejados pelos alvirrubros. Com 34 anos de idade, campeão brasileiro pelo Atlético-PR em 2011, o atleta tem uma forte identificação com o Botafogo, time no qual ficou quatro anos. Foi dispensado pelo Alvinegro no final de 2011 e seguiu para o Botafogo-SP, rebaixado no Paulista. Tem a chance de reencontrar os bons resultados no Náutico.

Alessandro - Náutico (Foto: Aldo Carneiro)Alessandro tem no currículo o título de campeão pernambucano (Foto: Aldo Carneiro)


Lúcio

Lateral esquerdo veloz e driblador, foi nome de destaque no Palmeiras e no Grêmio, seu último clube. Ganhou fama nacional no Verdão campeão da Série B de 2003, com suas fortes arrancadas pela esquerda. Com 32 anos, Lúcio deve ser utilizado no meio campo, como armador.

João Paulo

Revelado pelo Fluminense, João Paulo passou por Figueirense, Ponte Preta e Criciúma. Veloz, foi um dos destaques da Macaca na campanha que culminou no acesso ponte pretano para a Série A. Também passou pelo Criciúma, onde não teve o mesmo sucesso. É uma aposta do Náutico, já que aos 21 anos é uma das contratações mais jovens.


Lúcio - Náutico (Foto: Lula Moraes/GloboEsporte.com/PE)Lúcio está de volta às origens do futebol pernambucano (Foto: Lula Moraes/GloboEsporte.com/PE)


Volantes

Martinez

Foi contratado para ser um dos homens de confiança do técnico Alexandre Gallo. Atua como segundo volante, mas pode sair mais, como já ocorre com Souza. Passou grande parte do ano parado e está recuperando seu condicionamento físico. Fazia parte do time do Cruzeiro que conquistou a tríplice coroa com o Brasileiro, Mineiro e Copa do Brasil em 2003. Depois foi campeão Paulista em 2008, pelo Palmeiras até se transferir para o futebol japonês, defendendo o Cerezo Osaka até o final de 2011.

Glaydson

Estava no Internacional e é mais um veterano acima dos 30 a desembarcar nos Aflitos (32 anos). Terá que brigar por espaço no time titular, já que o Náutico conta com volantes de qualidade como Elicarlos, Souza, Derley e agora Martinez. Um jogador para compor o elenco.

Martinez - Náutico (Foto: Aldo Carneiro)Martinez está fora da estréia pelo Náutico Náutico (Foto: Aldo Carneiro)


Meias

Cleverson

Meia armador de boa visão de jogo, com um bom chute de fora da área, Cleverson nunca se firmou em um time. O Náutico é a 17ª agremiação que defende em nove anos como profissional. Revelado pelo Grêmio de São José-RS, ele passou por equipes como Fortaleza, Atlético-PR, Criciúma, Bahia e Guarani. Em 2011, foi campeão catarinense pelo Chapecoense, sendo um dos destaques da competição, e depois foi para o Avaí.

Breitner

Jovem de 22 anos, Overath Breitner tem nome de duas lendas do futebol mundial, ambos campeões mundiais em 1974, pela Alemanha. Overath, um dos melhores meias de todos os tempos, com três copas na bagagem, sendo também vice em 1966. E Breitner, protagonista da seleção de 1974, vice em 1982, jogador histórico do Real Madrid e Bayern de Munique. Se fizer valer o nome que carrega, o meia venezuelano tem tudo para marcar época no Náutico. Bicampeão paulista sub-20, Breitner vem sendo emprestado pelo Santos para ganhar rodagem, já que não ganhou a disputa com Ganso. Já passou por Figueirense e Criciúma.


Cleverson - Náutico (Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)Cleverson tem nove anos como profissional. Náutico é o 17º clube da carreira (Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)


Atacantes

Rhayner

Ex-atacante do Linense, não é um jogador conhecido. Atuou em times de menor expressão como Grêmio Prudente, Cascavel e Marília. Faz parte do projeto alvirrubro de equilibrar experiência com a juventude. Com 21 anos, tenta ganhar visibilidade no Náutico. Jogou a Série A de 2011 pelo Figueirense, atuando em 18 partidas.

Romero

Uma verdadeira incógnita. Em quatro anos como profissional, marcou apenas quatro gols, um número baixo para um jogador de sua posição. Em seu favor, ele conta com o fato de ter defendido a seleção Argentina sub-20, no Sulamericano da Venezuela, mesmo tendo entrado no decorrer de duas partidas. Começou no Argentino Juniors, onde fez todos os seus gols e se transferiu para o Criciúma. O Náutico é o terceiro clube que defende.

Araújo

Revelado pelo Porto-PE, Araújo ganhou fama como o principal nome do Goiás durante seis anos, entre 1997 e 2003. Rápido e habilidoso, teve passagens destacadas pelo Cruzeiro e principalmente pelo futebol japonês (Shimizu S-Pulse e Gamba Osaka). Foi no Gamba Osaka que teve a melhor média de gols do futebol mundial com 33 tentos em 33 partidas, em 2005. É a grande esperança da torcida, mas a idade avançada (34 anos) pesa contra. Foi mal no Fluminense, último clube.

Araújo, atacante do Náutico (Foto: Aldo Carneiro)Araújo, aos 34 anos, quer mostrar que pode render como atacante do Náutico (Foto: Aldo Carneiro)



Fonte: Lula Moraes -Globo Esporte